Dependência Quimica

Entenda, conheça os sintomas

Independentemente de a sociedade considerar o uso de substâncias um problema moral ou legal, quando este uso cria dificuldades para o usuário ou deixa de ser algo inteiramente sob controle da vontade, torna-se desse modo um caso de adicção química.

Dois aspectos têm sido empregados para definir o problema. No primeiro, enfatizam-se as atividades de busca das drogas e os sinais e sintomas relacionados ao uso doentio, ao passo que no segundo se enfocam os efeitos físicos do uso repetitivo dessas substâncias. Utilizam-se termos como – uso nocivo, dependência, intoxicação, abstinência – para determinar as diversas situações clínicas resultantes do abuso de drogas tanto lícitas (ex.: álcool) quanto ilícitas (ex.: crack).

Cabe ressaltar que a doença se baseia no comprometimento ou sofrimento significativo do indivíduo, nos aspectos físicos e mentais relacionados ao uso de entorpecentes em geral, entre elas álcool, maconha, cocaína, crack, entre outras.